segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Eu tive que aprender

Aprendi a ver quem são as pessoas que me fazem bem, as que me fazem mal
E as que não fazem simplesmente nada!
Aprendi que o que realmente vale à pena é o momento vivido
Que depois, ele pode não ter a mesma intensidade
Aprendi a continuar de cabeça erguida
A lutar pelas coisas que acredito
A chorar pelas coisas que eu perdi
Aprendi a ver que há certas coisas na vida que o tempo não apaga, mas que outras, por mais que demore, ele apaga sim
Aprendi que não importa em quantos pedaços meu coração tenha se partido, pois o mundo não irá parar para que eu o conserte
Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém, posso apenas dar boas razões para que gostem de mim e ter paciência, para que a vida faça o resto
Aprendi que certas pessoas vão embora da nossa vida de qualquer maneira mesmo que desejemos retê-las para sempre
Aprendi, que é difícil traçar uma linha entre ser gentil, não ferir as pessoas e saber lutar pelas coisas que eu aprendi.
Aprendi
Que ignorar os fatos não os altera
Que quando vocc planeja se nivelar com alguém, apenas esta permitindo que essa pessoa continue a magoar você
Que ninguém é perfeito até que vocc se apaixone por essa pessoa
Que a vida é dura, mas eu sou mais ainda
Que não posso escolher como me sinto, mas posso escolher o que fazer a respeito
Que todos querem viver no topo da montanha, mas toda felicidade e crescimento ocorrem quando você esta a escalando .
Aprendi
Que duas pessoas discutindo, não quer dizer que se odeiam
Que duas pessoas felizes, não quer dizer que se amam
Que o mundo da voltas e a vida é uma seqüência de desafios
Que algumas feridas saram, outras não
Que quem vive do passado é museu
Que quem vive o futuro, não vive sonha
Que com pessoa certa a vida é pouco tempo
Que com pessoa errada um minuto é muito tempo
Que mesmo acompanhada, ainda posso estar só
Que caráter vem do berço, não se compra
Que Amor não se exige, se dá
Que meus amigos eventualmente vão me machucar, claro são humanos
Que um ato pode mudar toda uma vida
Que nem toda uma vida pode mudar alguns dos nossos atos
Que a decência é uma prática diária
Que humilhar é a pior das covardias
Que a capacidade de amar, é nata
Enfim aprendi que quando penso que sei tudo ainda não sei nada
Sou uma eterna aprendiz