quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

O pulso ainda pulsa!

Quando as dores forem mais fortes que você, reaja!
Sinta seu pulso pulsar. Tanta gente doente, com deficiência, problemas sérios de saúde, mas que erguem a cabeça e continuam a pulsar. Por quê você, uma pessoa forte, cheia de saúde deve parar? Não mesmo. Só você tem a cura do seu vício de insistir nesta bobagem de que você não é ninguém. Até o fim vamos tentar. Quantas vezes já tivemos problemas que pensamos ser impossíveis de resolvê-los? E hoje olhamos e vemos como eram simples. Às vezes dificultamos nossos problemas com nossos medos e nossa ansiedade. Basta termos paciência. Havendo sol ou não, ainda haverá saída. Estás vendo lá no fim deste quarto escuro? Eu estou! Há quem diga que sonhar não vale a pena, que ter esperança não adianta. Infelizmente... o pouco ainda é pouco. Por quê será, né? Não sei. Estou tentando saber... Vai ver o pouco será sempre pouco. O que realmente nos importa é saber que a sós ninguém está sozinho. Se você quiser seguir sozinho, a decisão é sua, mas você continuará sendo "pouco".

Poor: http://adolescentepensa.blogspot.com/

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Sem ar

Meu peito está todo cortado.
São rasgos dos teus seios afiados.
Das feridas escapa um grito mudo, abafado como o de um bebê abandonado dentro de um saco na correnteza do rio.
Ninguém escuta a minha dor.

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Coração congelado

As vezes, nossos sonhos caem no chão
Como pedacinhos de estrelas que pouco a pouco se apagam
Nosso coração, chora em silêncio,
E quando as lágrimas caem, gelam todo o corpo
E o coração de tanto amar se converte em gelo
Para não sofrer mais, para já não chorar,
Mas se voltar ao céu, se darás conta que tem milhões de estrelas
E cada uma é um sonho por cumprir, e a força em seu interior,
Derreterá o gelo em seu coração.
Só nunca deixe de acreditar, porque o amor
E teus sonhos são a única porta Para a eternidade.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Manter um sorriso por fora

As lagrimas não são simples gotas de água, vêm da alma, da dor
que sente tua alma e seu coração quando teu amor se cansa de
lutar, quando tua alma chora interiormente e há um mar imenso
que sai pelo seu reflexo, pelos olhos que são o espelho da alma.
É difícil aguentar tanta dor, tanta mentira, tanta decepção, tantos sonhos quebrados, tantas ilusões pisoteadas, aquele amor frustrado, carícias perdidas, tanta injustiça, e tantas feridas que doem como uma espada atravessando o coração.
E dói tanto interiormente. Mas por fora… Você deve ter um sorriso materializando a falsa alegria porque poucas coisas te fazem sorrir quando tua alma esta esgotada, mas há uma luz que nunca se apaga porque segue viva a esperança.

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Cortar o pulso vai resolver ?

Cortar os seus pulsos não vai resolver o seu problema,
definitivamente essa não é a solução para que eles se acabem.
Mas cortar os pulsos por um momento pode até aliviar a sua dor, a sua raiva.
Mas não vai fazer a sua vida melhorar.
Isso não é questão de fraqueza, é só questão de sofrimento. As pessoas não vêem a dor que você sente por dentro, cortar os pulsos é só uma solução de elas conseguirem ver. Mas não, não faça que nem eu ... não corte os pulsos . Definitivamente isso não vai resolver nada.

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Uma Caixa Do Tempo

Queria ter uma caixa do tempo onde todos os momentos
foram eternos e não éteres.
Queria que os momentos mágicos não se fossem jamais.
Será que a magia sempre tem um final?
Quero entender porque será que na vida nada permanece igual.
Porque te vais? Porque me vou? Será que algum dia voltarei a te encontrar?
Queria encontrar o remédio perfeito para não sentir saudade, saber que a vida
te dá momentos inesquecíveis para guardar.
Queria que esses momentos não se fossem jamais ou poder voltar no tempo
para voltar a começar.
Quero entender porque será que na vida nada permanece igual...

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Infinito

A bala de hortelã desperta
A lembrança de teus olhos escondidos
Atrás de teus sonhos matutinos.
Meu sexo amanhecido de batom descansa longe do teu,
Que titubeante, pariu uma barata imensa.
Que agora tens esmagada entre as coxas.
Meu peito todo cortado, Rasgos de teus seios afiados, Sorri, rochedo estéreo.
Teu sono desperta o sino. [...]

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Doe um pouco seus ouvidos para quem tem necessidade de falar.

Tem pessoas que tem tanto, outras não tem nada e algumas, só o necessário.
Como fazer então para que mesmo com essas diferenças, consigamos viver harmonia?

Basta ter um pouco de empatia. Escutar um pouco o que a outra pessoa tem a dizer, em muitas das vezes, não é necessário ouvir, mas apenas sentir. Quantas e quantas vezes não ignoramos estes sentimentos?
Mas compreender é uma virtude de poucos.
A compreensão, sem dúvida, é o fator que mais sustenta amizades pelo resto da vida.
O amigo que entende o outro, quando a vida muda, e com ela mudam os amigos também.
A mãe que entende um filho de imediato quando tem problemas.
Os irmãos que se colocam na pele um dos outros com tanta facilidade.
Mas uma coisa é importante ressaltar, pessoas que não tem a capacidade de compreender as outras, infelizmente, minam suas relações à longo prazo.
Abençoados são aqueles que escutam os pequeninos. Pois o mundo dá voltas e eles crescem.
E um dia, podem ser maiores que você.
Compreender a dificuldade de alguém, e se estiver ao alcance, ajudar, é sem dúvida uma virtude de poucos, poucos corações que um dia, terão de volta, com todo amor, essa gratidão.

Poor: Maax Klein
http://max-de-max.blogspot.com/

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Hipocrisia humana

Hipocrisia dizer que aniversário significa maturidade;
Que o aprendizado é ligado somente aos erros cometidos;
Que errar é crescer.
Se todos crescêssemos e aprendêssemos com o que
fizemos de errado haveria muitos sábios por aí.
O verdadeiro aprendizado é ligado à reflexão daquilo que se foi ou não vivido.

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Nova casa


Ontem gastei todo o meu dinheiro e comprei um terreno em Marte.
Eis a foto, cedida pela NASA, do meu pedaço de felicidade.
Sem gente, sem bicho, sem planta, sem carro, sem computador.
Eu e a imaginação vamos morar no vazio.
No infinito. Pretendo não manter mais contato com os tolos, nem com os que habitam minha mente em memórias de estúpidos
convívios do passado. Adeus.

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Chocalho de ossos

Podem te arrancar um braço, uma perna, tudo bem, você continua vivendo.
Mas a alma?
Sem ela, você é apenas uma caixa de ossos chacoalhando por aí.

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Existência

Só existo de verdade quando estou escondida
numa brecha do tempo no meu canto,
quando não há roupas nem medo,
vergonha nem fingimento, quando sou só desejo e confiança.
O resto do tempo me sinto uma cópia falsificada de mim mesmo.

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Ingênua

Quererte fue una estupidez total
Un paso mas allá del bien y el mal
Una tormenta de dolor, una historia de terror
Un sueño rosa que hoy es gris, palabras sin valor
Sé que fui, ingenua y me senti,
Colgando mariposas en el cielo,
Y hoy estoy temblando al ras del suelo.
Fui, ingenua y te volví, mi aire
Y hoy la vida es un desierto,
Por amarte a corazón abierto.
Intentaré reconstruir mi paz
quemar tus besos, no mirar atrás
te di mi oxigenio y mi voz,
hice un mundo para dos
hiciste que creer en ti, y después dijiste adiós
...