segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Nova casa


Ontem gastei todo o meu dinheiro e comprei um terreno em Marte.
Eis a foto, cedida pela NASA, do meu pedaço de felicidade.
Sem gente, sem bicho, sem planta, sem carro, sem computador.
Eu e a imaginação vamos morar no vazio.
No infinito. Pretendo não manter mais contato com os tolos, nem com os que habitam minha mente em memórias de estúpidos
convívios do passado. Adeus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário